quarta-feira, 4 de maio de 2011

Cópula


Dejetos de amor

Cacos me rasgam

Invadindo meu óvulo

Copular profundo...

E me fecundo em mim

sem dizer nada

E nasço a versejar

Dizendo tudo...


Sandra Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário