quarta-feira, 4 de maio de 2011

Desatino de 5ª

Prendi o cabelo
Tirei o batom
Por fora o sorriso amarelo
máscara do ofício.
Por dentro
Choro e dor...
Tristeza desmedida
vontade de viver
escapando pelos dedos
Nada faz sentido..
Só a morte
Branda e doce
Me convida pra uma valsa
E hoje me apetece
Jogar-me em seus braços
Lânguidos e frios..
Fim do tormento
Noite infinita.
........................mas uma tênue chama
continua a queimar.... tendo em minhas lágrimas
seu combustível...


(Sandra Freitas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário