quarta-feira, 4 de maio de 2011

Despedida

Houve um tempo
em que sentávamos
no chão..
....assim de pernas abertas
sem ritos ou convenção...
e ficávamos eras desenhando
nossos sonhos no papel..
trocávamos as cores
os lápis e as tintas...
lembra?
Tão solidários e felizes.
Mas agora você está tão maduro
bem vestido,
inalcansável...
E eu aqui solitária,
me escapam os desenhos,
me fogem os sonhos..
e uma pilha de folhas
pra colorir...
sobraram alguns tocos de lápis
por certo devem servir..
Mas ainda pergunto
quando foi que
te deixei crescer
e distraída não te vi partir...?

Sandra Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário