quinta-feira, 28 de julho de 2011

Plenária

Liguei o refrigerador.
Apaguei a luz.
Estou fechando a porta,
Construindo um muro, sólido, blindado.
Cimento, fumaça, mentira, areia e pedras, muitas pedras.
Entretanto sigo em frente, com um gosto amargo na boca:
e não é de café, é de engano. Lá e de volta outra vez...

Prezados senhores,
passemos a discorrer sobre o óbvio,
o direito, o esquerdo,
a política, a econômia,
as flutuações do dólar,
a constitucionalidade ou não do *RDD,
o pacto de San José da Costa Rica,
a máfia da previdência,
as deciões do STF,
a súmula vinculante,
o poder legislativo da Justiça do trabalho,
sim ou não ao kit gay,
a flexibilização das leis trabalhistas,
a propina ,
o esquema armado,
o tráfico de órgãos,
a alienação da massa pelas vias midiáticas,
o monopólio da informação relevante...


Enfim, falemos de coisas reais .....


Sandra Freitas

* Regime Disciplinar Diferenciado

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Explicação

Sem toques
sexo,
orgasmos,
noites quentes.
Só ausências
Só distância
indiferença.
Sem romance
nem olhares
ou presentes.
sem perfumes
sem palavras
só silêncio.
Sem promessas
sem passeios
só receios.
E a sensação
de que esse amor se alimenta do tempo.

Sandra Freitas.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Uma lição.


Hoje conheci alguém especial que me disse algo capaz de tocar meu espírito. É difícil encontrar pessoas assim. Um professor que atendi em minha sala, seu nome Gilvander, apaixonado pela etimologia. Me olhou nos olhos e perguntou:
 Qual seu nome?
Respondi meio desinteressada, pensando ser esta a mesma pergunta de todos os dias, respondi:
Alexsandra.
Ele respoundeu:
Lindo. Sabe o significado?
Não. Respondi.
Al= Allós (grego) = Ell= Elohim= Emanuel= Deus
sandra = andros= andro= homem
Seu nome quer dizer: Deus homem.
(Algo dentro de mim estremeceu. Lembrei de como fico tocada quando penso na encarnação de Deus. Deus se encarnando, tornando homem, vivendo, andando, sendo 100% Deus e 100% homem. Fazendo coisas de Deus e coisas de homem. Lembrei-me da maravilha da ressurreição, de nenhum vestigio seu ter ficado no túmulo. Tudo que era homem, subiu aos céus juntamente com tudo que era Deus.
Pensei no mistério da píedade: Deus manifestado na carne.Quando recebo esse Deus como meu Senhor, Ele passa a ser manifesto por meio de mim. Novamente Deus no homem. Isso é maravilhoso.)

E no final da nossa conversa ele me disse:

Continue sendo homem, expressando Deus.
Pensei:  Meu nome tem que ser eu. Eu tenho que ser meu nome.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Seguir em frente.

Há na vida aquele momento decisivo no qual a fragilidade
e a finitude se tornam tão reais que chegam a agredir os sonhos.
Momentos em que as forças se esgotam, cansa-se por fim da entrega resignada,
do ardor dos olhos embalsamados pelo sal vertente. Os braços pendem, as pernas param
e não importa se as águas sobem ou descem, se o dia é cinza ou azul. Nada importa, quando o vigor já disse adeus à perseverança. E quando a esperança juntou as malas e partiu.
Nada importa, a não ser a embriagues sóbria da verdade nua e crua, seca, sem mal ou bem,
alegria ou tristeza. Apenas seguir com os pés no chão, sem expectativas o falsas ilusões. Sem grandes sonhos pra concretizar, apenas viver, apenas seguir em frente, mesmo sem saber onde vai dar.

Sandra Freitas