terça-feira, 12 de julho de 2011

Uma lição.


Hoje conheci alguém especial que me disse algo capaz de tocar meu espírito. É difícil encontrar pessoas assim. Um professor que atendi em minha sala, seu nome Gilvander, apaixonado pela etimologia. Me olhou nos olhos e perguntou:
 Qual seu nome?
Respondi meio desinteressada, pensando ser esta a mesma pergunta de todos os dias, respondi:
Alexsandra.
Ele respoundeu:
Lindo. Sabe o significado?
Não. Respondi.
Al= Allós (grego) = Ell= Elohim= Emanuel= Deus
sandra = andros= andro= homem
Seu nome quer dizer: Deus homem.
(Algo dentro de mim estremeceu. Lembrei de como fico tocada quando penso na encarnação de Deus. Deus se encarnando, tornando homem, vivendo, andando, sendo 100% Deus e 100% homem. Fazendo coisas de Deus e coisas de homem. Lembrei-me da maravilha da ressurreição, de nenhum vestigio seu ter ficado no túmulo. Tudo que era homem, subiu aos céus juntamente com tudo que era Deus.
Pensei no mistério da píedade: Deus manifestado na carne.Quando recebo esse Deus como meu Senhor, Ele passa a ser manifesto por meio de mim. Novamente Deus no homem. Isso é maravilhoso.)

E no final da nossa conversa ele me disse:

Continue sendo homem, expressando Deus.
Pensei:  Meu nome tem que ser eu. Eu tenho que ser meu nome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário