sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Ás escuras





Não me culpe
se não quero ver você,
só pra não doer
só pra não sofrer.
Não me culpe
se eu quero só morrer
é pra não doer
é pra não sofrer
Me desculpe
se o que vejo ainda dói
tá doendo sim.
tá doendo
em mim.
Me perdõe
se eu pareço tão ausente
se eu não sou indiferente:
se meus olhos não te vêem
mas meu coração te sente.

Sandra Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário