sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Suor.



Sabe aquela saudade? Aquela angústia? Aquela aflição?
Virou pão. Se fez letra, es (ex)pre (pri)mida, percolando no papel.
Onde está meu Rivotril? E minhas "inas"?
Falta-me algo, invisível, mas punctório.
Socorre-me Deus, salva-me do meu eu.

Sandra Freitas.